quinta-feira, 30 de junho de 2016

Paróquia São Pedro do Mar Celebra seu Padroeiro



A Paróquia São Pedro do Mar, no Recreio dos Bandeirantes, celebrou seu padroeiro São Pedro, Príncipe dos Apóstolos, iniciando com novena, onde durante nove dias a comunidade e visitantes eram levados a refletir e contemplar a Misericórdia Divina – “Misericordiosos como o Pai”.
Na quarta-feira, 29 de junho, dia dedicado ao Santo, o movimento na paróquia começou cedo. Foram celebradas duas missas. A primeira presidida pelo pároco, Cônego Zdzisalaw Stanislaw Blaszczyk (Tiago), que em sua homilia enfatizou o arrependimento de Pedro:
“Jesus viu em Pedro alguém aberto a Deus. Por causa disso o chamou para ser a pedra angular da Igreja. Pedro fraquejou, vacilou, negou Jesus por três vezes. Mas quando Jesus o pediu para apascentar as suas ovelhas, ele se arrependeu e tornou-se o primeiro Papa da nossa Igreja. Deus quer que busquemos a sua face misericordiosa”, disse.
À noite, a procissão com a imagem de São Pedro contou com centenas de fiéis percorrendo as ruas do bairro testemunhando seu amor a Deus e confiança em sua infinita misericórdia. Após retornar a paróquia, o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e recém-eleito bispo diocesano de São Carlos (SP), Dom Paulo Cezar Costa, presidiu a Missa Solene, concelebrada pelo pároco, Cônego Tiago e pelo vigário episcopal do Vicariato Jacarepaguá, Cônego Robert.
Em sua homilia Dom Paulo Cezar animou os fiéis a buscarem a face da misericórdia de Jesus:
“Pedro experimentou o rosto misericordioso de Jesus. Pedro vacilou, mas ele se arrependeu e se abandonou na misericórdia de Jesus. Pedro não pôde ir até Jesus, mas deixou Jesus vir até ele. Ser católico é buscar a perfeição e deixar se envolver pelo amor misericordioso de Jesus. Devemos deixar que o Senhor nos transforme”, exortou o bispo.
Era notória a fé fervorosa dos fiéis vindos de bairros distantes, bairros vizinhos e paroquianos. O encerramento deu-se com uma quermesse. Informações sobre horário das missas e outras atividades da Paróquia São Pedro do Mar pelo telefone 2490-2287.





terça-feira, 28 de junho de 2016

Jornada da Catequese Especial

O Vicariato Jacarepaguá irá realizar no próximo sábado, 02, na Paróquia Santa Luzia a Jornada da Catequese Especial. O evento irá acontecer das 08 às 12 Horas.

A Paróquia Santa Luzia fica na Avenida das Lagoas, 12- Gardênia Azul- Jacarepaguá.

Os organizadores pedem para levar lanche para compartilharem.


Por Pascom- Vicariato jacarepaguá




Festa Julina no Vicariato Jacarepaguá

No Mês de Julho várias paróquias do Vicariato Jacarepaguá irão animar suas comunidades, com os festejos julinos, iniciando neste fim de semana
Veja e divirta-se!Jacarepaguá



Por Pascom- Vicariato Jacarepaguá 










segunda-feira, 13 de junho de 2016

Paróquia São Pedro do Mar Realiza Quinta Ação Social










No domingo, 12 de junho, abrindo o Mês do Padroeiro, a Paróquia São Pedro do Mar realizou a sua Quinta Ação Social. A abertura do evento deu-se com a Missa e bênção especial aos profissionais.

A Ação Social contou com a participação dos seguintes serviços: prevenção cardiológica; massoterapia; teste de glicose; orientação psicológica e nutricional; aplicação de flúor; teste de glicose; cabeleireiro, agentes da saúde, DETRAN e Defensoria Pública. Centenas de pessoas se beneficiaram destes serviços. Dentre os benefícios oferecidos, 13 casais realizarão em setembro, na Paróquia São Pedro do Mar, o Casamento Comunitário.













































A Ação Social foi implantada em 2013 pelo Pároco da Paróquia, Cônego Zdzislaw Stanislaw Blaszczyk (Tiago), sentindo a necessidade da comunidade carente de tais serviços e acontece duas vezes no ano, sempre contando com a colaboração de profissionais, que gentilmente doam seus serviços e, também com o apoio da própria comunidade. Se você é um profissional das áreas da saúde, estética e social, e se sentiu tocado com este ato de solidariedade, pode ser um voluntário em outra ocasião. Para mais informações entre em contato com a Secretaria Paroquial, através do telefone: 24902287. Toda ajuda será muito bem vinda.


Padre Tiago em nome da Comunidade agradece a todos que contribuíram para o bom êxito de mais esta realização.

Deus os abençoe!

Colaboração: Pascom São Pedro do Mar

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Quinta Ação Social São Pedro do Mar




A Paróquia São Pedro do Mar irá realizar no dia 12 de Junho, entre 09 e 13 Horas a quinta edição da sua Ação Social, que irá oferecer a comunidade carente serviços na área da saúde, estética, saúde bucal, social e jurídica.
A Paróquia São Pedro do Mar estar situada na Rua Gilberto Freyre, 100- Recreio dos Bandeirantes, Rua da delegacia e próximo ao Recreio Shopping. 
Mais informações podem ser obtidas através da Secretaria Paroquial: 24902287






Colaboração: Mônica Barbosa- Pascom- São Pedro do Mar

                                                 

Festa Junina no Vicariato Jacarepaguá




As paróquias do Vicariato Jacarepaguá convidam para as suas festas juninas. E já tem festa este fim de semana. Veja a relação:








































































Fonte: Pascom

segunda-feira, 16 de maio de 2016

“Quem é o Homem do Sudário?” chega ao Rio no dia de Corpus Christ




“Quem é o Homem do Sudário?” chega ao Rio no dia de Corpus Christi / Arqrio
A exposição internacional “Quem é o Homem do Sudário?” retorna ao Rio de Janeiro no dia de Corpus Christi, 26 de maio, após quatro anos de caminhada pelo Brasil. Desta vez, quem recebe a mostra é a Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, no Centro da Cidade. A inauguração será realizada pelo arcebispo, Cardeal Orani João Tempesta, às 18h30min, logo após a missa solene.
Até novembro, cariocas e turistas poderão acompanhar a reconstituição da trajetória do Sudário de Turim, o pano que supostamente teria envolvido Jesus Cristo, por meio de réplicas de elementos datados da Antiguidade. O funcionamento da exposição é diário, das 8h às 17h. O visitante que quiser ajudar as obras sociais da Igreja pode levar um quilo de alimento não perecível.
A mostra encontra-se fixa em vários países do mundo inteiro. No Brasil, ela foi criada a partir de uma graça recebida na exposição do Santo Sudário em Jerusalém. Em sinal de agradecimento, a exposição foi reproduzida no território brasileiro, e Curitiba foi a primeira cidade que a recebeu, em 2010. Posteriormente, foi levada a Brasília, e esteve no Rio de Janeiro de 2012 a 2013. Durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio, esteve no Jardim Botânico, onde foram presenciadas muitas graças e conversões. Entre 2013 e 2016, ela foi exposta em São Paulo, Bauru, Blumenau, Florianópolis, Feira de Santana, Salvador, Maceió, Belém, Fortaleza e Belo Horizonte.
Dividida em cinco fases, a mostra contém uma réplica do Sudário de Turim, em tamanho original de 4,41m x 1,13m, assim como réplicas da tumba, dos pregos, flagelos e da coroa de espinhos. As moedas, cuja impressão se encontra sobre os olhos do Homem do Sudário, são originais da época da Palestina. Além destes elementos, o visitante poderá ver mais de 30 painéis, que incluem estudos sobre o lençol sepulcral, a desmistificação do teste do Carbono 14 e o percurso histórico. Uma escultura em bronze, em tamanho real, feita por Luigi Enzo Mattei, também vai poder ser observada.
O Santo Sudário é o objeto mais estudado de toda a humanidade e foram selecionados os melhores profissionais para analisá-lo nas áreas da palinologia, patologia forense, botânica, física, química, numismática, iconografia e tecnologia têxtil, entre outras. Para comprovar a autenticidade do tecido que envolveu o Homem do Sudário, vídeos apresentam para o público as diversas pesquisas científicas realizadas, incluindo os estudos do botânico israelense Avinoam Danin sobre as imagens florais e do patologista forense Max Frei sobre os pólens.
Para o organizador da exposição, Padre Alexandre Paciolli, os visitantes, além de ter a experiência de conhecer a história do Santo Sudário, podem aprofundar a fé. “Eles podem encontrar todos os estudos científicos, aprovados pelas grandes universidades do mundo, sobre o Santo Sudário de Turim. Podem encontrar também uma estátua em bronze feita por um dos escultores da Porta Santa, que está na Basílica de São Pedro, e outras peças que vão levando as pessoas a descobrir quem é o Homem do Sudário, quem é aquele que foi colocado sobre o Sudário que está guardado em Turim”, disse Padre Alexandre Paciolli.
A Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro fica na Avenida Chile, 245, no Centro do Rio.
Treinamento para guias voluntários
Quem quiser ter a oportunidade de trabalhar como guia voluntário da exposição internacional “Quem é o Homem do Sudário?” pode enviar um e-mail com o assunto “Treinamento Guia Sudário” para Vera Tostes: v.tostes@globo.com.
A reunião com os voluntários está marcada para o dia 21 de maio, às 10h, no Edifício São Francisco, que fica ao lado da Paróquia Nossa Senhora da Paz, no bairro de Ipanema. O endereço é Rua Visconde de Pirajá, 339.






Fonte: ARQRIO
Por: Renato Saraiva (renatofransa@hotmail.com)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Missa Pelas Mães falecidas no Vicariato Jacarepaguá











O Vigário Episcopal do Vicariato Jacarepaguá, Cônego Robert Jósef Chrzaszcz convida todos para Missa pelas mães falecidas, que será celebrada no Cemitério do Pechincha-Jacarepaguá. A Santa acontecerá no dia 08 de maio (domingo), às 16h e será presidida pelo Cardeal da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta.



O Vigário Episcopal, Cônego Robert, conta também com a presença do Clero da Região.



































Fonte: Vicariato Jacarepaguá

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Paróquia São Pedro do Mar Promove Feira Pastoral










Nos dias 09 e 10 de abril a Paróquia São Pedro do Mar, situada na Rua Gilberto Freyre, 100 no Recreio dos Bandeirantes realizou a quarta edição de sua Feira Pastoral. Mais uma vez a Comunidade São Pedro do Mar teve a oportunidade de conhecer a Vida Paroquial da Paróquia São Pedro do Mar. Cada Pastoral pôde expor seus dons, seus objetivos, seus serviços, sua espiritualidade.











A Feira Pastoral acontece duas vezes por ano e o principal objetivo é atrair pessoas tocadas para integrar a uma determinada pastoral. Atualmente a Comunidade conta com vinte e cinco pastorais e, com membros que se desdobram para servir a “Vinha de Cristo”.











E você sentiu tocado por alguma pastoral, gostaria de conhecê-la ainda mais, gostaria fazer parte de alguma dessas pastorais e somar com a contribuição para o Reino de Deus?
Basta procurar contato nas missas ou através da Secretaria Paroquial. Teremos o melhor prazer em lhe ajudar!





Colaboração: Mônica Barbosa

São Jorge: cavalheiro da Misericórdia





É sempre uma alegria celebrar um santo ou santa de quem gostamos muito. Nós, os cariocas, nos alegramos sempre com a festa de São Jorge. Em nossa cidade, existem várias igrejas dedicadas a ele e, mesmo onde não existe uma igreja específica, a festa costuma acontecer. Para isso, não precisa muita coisa. Basta chegar o dia 23 de abril.
 Convém, no entanto, que nos preparemos adequadamente para a festa, fazendo do jeito que São Jorge gostaria, isto é, voltando nosso olhar e nosso coração para a vida deste santo, nela buscando seu amor maior, Jesus Cristo, e tentando compreender como a misericórdia de Deus se manifesta na vida de alguém tão diferente de nós hoje.





Não se conhece muito da vida deste santo querido. Sabe-se que nasceu numa região chamada Capadócia, na Turquia, no séc. III. Assim como São Sebastião, foi também um soldado cristão numa época em que era crime seguir Jesus Cristo. Por defender sua fé, foi condenado ao martírio ocorrido, segundo a tradição, no dia 23 de abril. 

Depois de sua morte, os cristãos começaram a manifestar admiração e carinho por um jovem tão corajoso, capaz de enfrentar o que fosse para defender sua Fé. Por isso, começaram logo a surgir várias histórias de difícil comprovação, mas com mensagem importante. Nestas histórias, o cavaleiro Jorge é sempre apresentado como um homem íntegro, corajoso, propagador do bem e combatente do mal. É dessa tradição que vem a imagem do Santo combatendo um dragão.
Neste ano, em que celebramos o Jubileu da Misericórdia, vamos nos preparar bem para a festa de São Jorge. O tema será sempre a Misericórdia de Deus e São Jorge, seu cavaleiro. Aqui, vão algumas sugestões para serem enriquecidas pelas comunidades:

1.         Novena, com pequeno momento de oração
2.         Tríduo, onde nós nos voltaremos para a imagem mais conhecida, com o dragão, a lança e o cavalo.
Para o mês de abril, nossa Arquidiocese nos convida a praticarmos uma obra de misericórdia que nos vai desafiar bastante. Na linguagem tradicional, costuma-se dizer que é preciso suportar os próprios erros e os das outras pessoas. Suportar não quer dizer permanecer no erro. Jesus sempre disse “Vai e não peques mais! ” Os mártires, entre os quais São Jorge, combateram o pecado em si e nas outras pessoas, buscando sempre a conversão. Por isso, não vai ser fácil viver esta obra de misericórdia, ainda mais num mundo que manda logo matar tudo, o pecado e o pecador. Suportar ou aceitar os erros de si mesmo(a) ou de alguém significa ter a capacidade de olhar a pessoa humana que está por baixo do(a) pecador(a) e trabalhar pela conversão.

Fonte: Carlos Moilli- Sistema de Comunicação da Arquidiocese do Rio de Janeiro